Lifestyle

Airport thoughts 31/03/18

Neste momento estou no aeroporto de Sydney com a Raquel. Estamos na zona de restauração e só me vem cheiro a comida tailandesa, que, por sinal, não deve ser muito boa.

Sem dúvida que os aeroportos são a pior parte de viajar. Por muito grandes ou luxuosos que sejam, acabamos sempre por ficar lá horas a fio à espera do nosso próximo voo.  Obviamente que valeu a pena vir até Sydney mas apanhar 4 voos (em que 3 deles são de 7 horas) é de loucos.

É estranho estar tão longe de casa, mas ao mesmo tempo não me sinto isolada ou sozinha. A simpatia dos australianos e a preparação que eles têm para manter o país tão organizado e limpo ajuda imenso. A verdade é que o modo de vida deles é incrível. Conseguimos ver pessoas a fazer imenso desporto, a caminhar e a andar de bicicleta. Dá vontade de fazer o mesmo! Para além disto, é uma cidade gigante e muito moderna. Nunca vos vai faltar nada!

2 semanas em Sydney fizeram com que eu criasse uma rotina que não me está a apetecer nada quebrar. Todos os dias vejo pessoas diferentes e tínhamos sempre algo novo para fazer, ou então, se tivéssemos preguiça, encomendávamos uma pizza do Domino’s para comer no quarto enquanto víamos um filme.

Vou sentir muitas saudades de Bondi Beach. Dar o último mergulho foi difícil porque o mar estava extremamente calmo, com a temperatura ideal e água estava completamente limpa e transparente. Já nem os 50 nadadores salvadores que existem naquela praia chateavam as pessoas para irem para o outro lado nadar ou para saírem da água.

Vou ter saudades daquelas saladas que íamos buscar ao almoço de massa com pesto. São estas pequenas coisas que me deixam com imensa nostalgia.

Uma das partes que me fez adorar a viagem foi a excursão nas Blue Mountains com os Coast Warriors. Se estiverem na EF eles conseguem marcar-vos estas tours/ atividades e até conseguem alguns descontos.

Foi incrível ver uma parte mais natural da Austrália. Fizemos uma caminhada enorme e subimos imensas escadas mas valeu totalmente a pena. Foi neste passeio nas montanhas que fizemos uma das nossas amigas desta viagem. Super querida e boa onda, só podia ser do Canadá. Trocámos números e no dia a seguir já estávamos a combinar saídas e idas à praia. No último dia em que estivemos com ela e nos despedimos ficamos muito tristes porque não sabemos quando a voltamos a ver. E isto fez-me alguma impressão porque é estranho saber que pode ter sido a última vez que a vi na minha vida. A ela e a outras pessoas que encontrei durante a minha viagem.

Claro que nem tudo são rosas. A Austrália é um país extremamente caro. No primeiro dia, quando chegamos, fomos até a um café que ficava ao pé da nossa residência e pedimos uma tosta com ovo e abacate + 1 granola. Sabem quanto pagámos? 44 DÓLARES. Quando fui pedir a conta e vi aquele numero até pensei que se tinham enganado. Mas nós é que não olhámos para os preços.

Outro aspeto negativo da Austrália é que os cafés, restaurantes e lojas fecham extremamente cedo.

Esta foi uma experiência que me trouxe muito mais do que aprendizagem na língua inglesa. Foi uma oportunidade que me pôs em contacto com um mundo completamente diferente de Portugal e que me fez crescer.

I feel so lucky!

Deixe uma resposta